Livros disponíveis no nosso catálogo

  • 12,00

    “Os monstros que me acompanham lancei-os numa especial pista de dança, libertando-me da singularidade do seu peso na medida em que lhes dei uma voz para que sentissem tudo, tudinho em volta. As “Valsas” são delas e deles. Pois que dancem, que pulem, que gritem, que enlouqueçam, que façam a...

  • 18,00

    Mas eu pensava no sofrimento dos negros. Os brancos os moíam de pancadas, prendiam-nos com ferros pelos pés, pelo pescoço, quebravam-lhes os ossos. Trabalhavam pior que os bois nos engenhos e apanhavam, apanhavam até sangrar, sem nenhuma piedade dos donos. Muitos morriam sob o peso do trabalho....

  • 16,00

    «Nunca como hoje o desfasamento entre homem e mulher teve força, por vezes total, como se os desejos fossem verdadeiramente inimigos: provavelmente, parte tudo da crença de que são amigos, de que o desejo é o mito do orgasmo simultâneo. Existe o desejo simultâneo? Talvez como momento do coup ...

  • 17,50

    "Uma primeira obra literária impressionante, sem miserabilismo, sem pena de si, «As Malditas» encontra o fulgor de uma vida sem limites através de uma linguagem de memória, inventividade, ternura e sangue. Um retrato de grupo contado através de uma releitura da mitologia, um manifesto explosiv...

  • 15,00

    Organização de António Rodrigues & João Botelho • 2022 Cinemateca Portuguesa 216 pgs • Textos de José Manuel Costa, João Botelho, Antonio Rodrigues, Olivier Assayas, Fernando Cabral Martins, Bernardo Pinto de Almeida e Fernando Cabral Martins • Extensa entrevista de António Rodrigues ao...

  • 17,00

    ARTE EM FLUXO reflecte sobre o lugar da arte no fluxo do tempo, problematizando o papel do museu, do arquivo e da Internet. Até à modernidade, ultrapassada a crença nas ideias eternas e no espírito divino, resistir à corrente do tempo era a promessa secular da arte. Hoje, a sua materialidade co...

  • 15,00

    "Quanto à situação actual no país do Cinema, este não é suficientemente vital para produzir algo comparável com o passado. Havia um império, é certo, mas isso permitia ao embaixador Eisenstein jogar ténis com Chaplin. Houve uma guerra mundial, mas isso permitiu que Buñuel e Ivens, sentado...

  • 16,01

    ARGONAUTAS transporta-nos numa viagem em torno do desejo e da identidade de género, das possibilidades do amor, da família e da maternidade. Através de um relato íntimo e fragmentário, Maggie Nelson incorpora nas suas experiências perspectivas teóricas de autores como Roland Barthes, Judith B...

  • 15,00

    Tradução de Luís Lima e desenhos (capa e miolo) de Inês Viegas Oliveira....

  • 14,00

    II fulgor quotidiano II #45 -“Diálogos” - Marguerite Duras/ Jean-Luc Godard ...

  • 40,00

    «Este livro representa um raro desafio. Começa na pré-história do continente africano, que se confunde com a própria pré-história do homem, e termina em 1500, época em que muitos outros livros de história começam. Somente uma frase, a última, depois de mais de mil páginas permite antever...

  • 17,90

    Quando Ethel Rosenberg foi condenada à morte por espionagem a favor da União Soviética, eu nasci. Meus pais, indignados com a barbárie da sentença, batizaram-me de Ethel. Tinha quatro anos quando entrei para o Scholen, escola judia não sionista, onde aprendi yiddish e hebraico que vim a esque...

Main Menu