Album das glorias
Clique na imagem para ampliar

Album das glorias

22,00 €
  • ISBN: 9789728351687
  • Depósito legal: 190202/03
  • Edição: 2003
  • Idioma: Português
  • Dimensões: 19x13,2x2 cm
  • Nº Páginas: 202, [5] p.
  • Tipo: Livro
  • Estado: Novo
  • Editora: Frenesi
  • Autor: Azevedo, Guilherme de, Pinheiro, Rafael Bordalo
Tema: Artes Plásticas, Literatura Portuguesa

Procure o livro que tanto deseja

Selecione a quantidade prentendida, da Livraria que mais lhe convém

Pode encomendar livros em diferentes livrarias

Coloque os seus dados de contato e finalize o seu pedido

Irá ser contatado pelos Livreiros sobre a sua encomenda

Livrarias

Livraria Localização Estado Quantidade
Letras e Livros Leiria, Leiria Disponível -+
  • Descrição

Entre Março de 1880 e Janeiro de 1883, Rafael Bordalo Pinheiro, o observador crítico e irreverente da realidade política e social do seu tempo, deu à estampa umas folhas constituídas por caricatura e texto, intituladas Álbum das Glórias. Ao fim de quase uma década, entre Março e Abril de 1902, retomaria a iniciativa publicando mais três folhas. Pelo meio, em 1885, surgiriam mais três caricaturas, integradas no jornal O António Maria.
Nas suas múltiplas e brilhantes aventuras editoriais, fundando e dirigindo jornais humorísticos e polémicos, Bordalo teve sempre colaboradores literários, sendo certo que nunca se contentou senão com os melhores. Os autores dos textos que integram o Álbum não fogem a esta regra.
1880-1883, 1885, 1902, Lisboa

Ilustrações: Rafael Bordalo Pinheiro

Textos: Barbosa Cohen (“Ri-bomba”), Guilherme de Azevedo (“João Rialto” e “Ripouco”), João Chagas (“João Rimanso”), D. João da Câmara (“João Evangelista”) e Júlio Dantas (“Rufo”), Ramalho Ortigão (“João Ribaixo”) e Rafael Bordalo Pinheiro (“Rimuito”)
Entre 1880 e 1902, Rafael Bordalo Pinheiro publicou um Álbum das Glórias, em folhas de edição avulsa junto ao jornal O António Maria, com a caricatura de instituições e de figuras da história, da política, da sociedade, do espetáculo e da literatura portuguesas, que se constituíram como uma importante referência visual.
Entre estas figuras, podemos ver a Universidade de Coimbra, D. Fernando, D. Pedro II, D. Luis I, Fontes Pereira de Melo, Oliveira Martins, Taborda, Luís de Camões, Eça de Queirós, Camilo Castelo Branco, não esquecendo “O Soberano!” Zé Povinho.

As figuras são apresentadas por João Rialto / João Ripouco, João Ribaixo, Ri-bomba, João Rimanso, Rufo, João Evangelista, colaboradores literários do artista, e por ele próprio, Rafael Rimuito, que também assumiu um nome divertido.

O Álbum das Glórias foi publicado em três séries, com um total de 42 folhas, incluindo 39 numeradas. A segunda série não foi numerada e a terceira série retoma a numeração da primeira.

Main Menu