Livro Usado
Purga em Angola
Clique na imagem para ampliar

Purga em Angola

17,00 €
Bom estado de conservação
  • Edição: 2007
  • Idioma: Português
  • Dimensões: 16 x 23
  • Nº Páginas: 206
  • Tipo: Livro
  • Estado: Usado
  • Editora: Asa
  • Autor: Mateus, Álvaro, Mateus, Dalila Cabrita
Tema: História, História Universal
Referência: LT011606

Procure o livro que tanto deseja

Selecione a quantidade prentendida, da Livraria que mais lhe convém

Pode encomendar livros em diferentes livrarias

Coloque os seus dados de contato e finalize o seu pedido

Irá ser contatado pelos Livreiros sobre a sua encomenda

Livrarias

Livraria Localização Estado Quantidade
Leituria Lisboa, Lisboa Disponível -+
  • Descrição

  • Estado de Conservação

Purga em Angola aborda os acontecimentos ocorridos no dia 27 de Maio de 1977. Militantes, simpatizantes, amigos e familiares dos "purgados", dezenas de milhares de pessoas, passaram por cadeias, campos de concentração . Muitos foram mortos após aterradores interrogatórios ou em fuzilamentos sumários. Por estranho que possa parecer as atrocidades cometidas no Chile de Pinochet assume uma modesta proporção quando comparadas aos acontecimentos de 77 em Angola. É impossível compreender os acontecimentos do 27 de Maio sem recordar a história do MPLA e de um "outro" MPLA, que se constitui à margem do MPLA organizado de grandes nomes. Após 32 anos grande parte do mundo continua sem saber o que realmente aconteceu. Este livro tenta cruzar toda a informação e descrever para entendimento comum o que terá sido o 27 de Maio de 1977 e como esses acontecimentos

«(...) Mas o livro mais polémico, escrito também em colaboração com Álvaro Mateus, foi "Purga em Angola" (2007), dedicado aos acontecimentos de 27 de Maio de 1977, em Angola, quando o exército angolano, apoiado pelas tropas cubanas, reagiu a uma mobilização de contestação liderada por Nito Alves e José Van Dunen com um massacre que vitimou milhares de pessoas (a historiadora calculou em 30 mil o número de vítimas). A historiadora não hesitou em responsabilizar directamente o então presidente da República Popular de Angola, Agostinho Neto, pelo massacre, em que também morreu a portuguesa e ex-militante do PCP Sita Valles.»
in www.esquerda.net

Muito bom estado geral. Exemplar quase sem falhas. Pode apresentar assinatura de posse.

Main Menu